30 de jul de 2011

Carajás - Um pôr-do-sol na Amazônia

Foto: Filho Manfredini. Pôr do sol em Carajás - Jul/2011

Bem as férias de Julho tão se indo, ou já se foram para muita gente, outros nem tiveram, é o meu caso.
Apesar de não ter tido ferias, confesso que as atividades que fiz durante esse período me confortaram muito bem. Estive durante uns poucos dias na Floresta (literalmente) participando de um curso sobre Educação Ambiental ofertado pelo CEAP aos professores da região. 
Durante 3 dias ficamos na floresta acampados numa área de savana (savana Metalófila), aprendendo do professor José Pedro (coordenador do núcleo de educação ambiental da UFPA/Marabá-PA) sobre as riqueza e diversidades de Carajás, sobre a imponente FLONACA.
Ventava Muito e a noite fazia aquele friozinho maravilhoso, ajudado pela umidade da floresta, era simplesmente maravilhoso, e a lua 12 horas por noite a iluminar a floresta e combinado com o som dos animais noturno, sempre agradável e curioso. Quando dia vinha raiando muitos pássaros a saudar o novo dia e nos avisando (a quem ainda estava dormindo) que o dia já raiou.
Ao final do segundo dia pontualmente - como sempre - o sol a se por nos dava aquele privilégio de presenciar algo tão maravilhoso e grandioso - um por do sol na Amazônia. Parecia até que as nuvens haviam pegado fogo e as arvores perderam suas formas sendo apenas um borrão negro, algo realmente divino.
Ja no ultimo dia descemos até o vale de águas claras e apreciamos a bela cachoeira de águas claras com suas águas frias e cristalinas. Aparentava estar mais fria que as outras vezes em que estive lá. Mas mesmo assim ela sempre nos convida a tomar um belo banho, banho esse que parece a mim renovar a alma de tão maravilhoso que é.
Não tenho o que reclamar de minhas poucas e boas ferias de 2011, e olha que eu não saí do "quintal de minha casa" pra vivenciar isso. 
Agradeço aos amigos e colegas que estiveram comigo durante este período.